sábado, 28 de setembro de 2013

A Magia na Chuva

Quando se é mãe uma criança, há coisas que ganham novo brilho.

Dou por mim a comover-me muito mais desde que o V. nasceu. É nos pequenos pormenores diários que isso acontece, principalmente por ver como ele lida com os animais, com a importância que dá ás plantas, pela forma activa com que vive as coisas.

Hoje começou a chover num ápice e se ao início se conteve e abriga-mo-nos debaixo das árvores (estávamos na rua), passados uns minutos segurá-lo era impossível ... e por isso deixei-o ir.

O que se passou a seguir foi um dos momentos mais bonitos que já vivi com o Vicente.
Parece tirado de um filme mas a verdade é que ele chapinhou...rodopiou ... sentiu a cara molhada ... e abriu a boca para beber água, sempre a olhar para o céu. Foi magia!

Fiquei imóvel a ver tudo aquilo e só pensava: 

"Em que altura da nossa vida deixamos de ver a vida ASSIM?"


Não foi a primeira vez que viu a chuva mas foi sem dúvida a primeira vez que a sentiu.

2 comentários:

This haunted home disse...

É bom saber que ele dá importância à Natureza :)
Tenho de o conhecer, eu nunca deixei de ser assim, de ver a vida assim.. Adoro sentir a chuva, é algo "tirado de um filme" e momentos assim, são momentos mágicos que nos libertam. :)
Preciso de caminhar contigo, à chuva. *

Lenny disse...

Eu também gosto de andar à chuva (e sou gozada cá em casa por isso :p) mas já não vejo as coisas assim ... pelo menos muitas coisas.

Caminharemos à chuva, um dia <3.